O Meu Melhor Amigo leva-nos às ruelas de um bairro típico português e a todas as aventuras que lá vamos viver com um divertido gangue de gatos de rua! Sofia, uma mulher vinda de outro país, agora habitante do bairro, e o casal de cães — Manjerico e Sardinha, juntam-se ao gangue dos gatos e vão formar o grupo de amigos mais divertido e improvável de sempre! A amizade e o companheirismo serão o catalisador da nossa história. Os problemas de uns, serão os problemas de todos.

Entre gatos e miados, fados e aliados, O Meu Melhor Amigo, trará um ambiente bem português, num espectáculo cheio de cor e alegria, pincelado por muitas e animadas guitarradas, onde os valores da amizade e da solidariedade falam mais alto, alertando para o problema dos animais abandonados e para a inserção de quem pode ser diferente. Um hino bem português, recheado dos valores mais importantes da vida.


  • Vicente

    Esta aventura é mais do que uma história.

    É uma sinfonia! Uma ode aos livros. Aos animais. Aos amigos. E o Vicente será o nosso maestro guia!


  • Sofia

    Sofia tem alma de bicho e talvez por isso os entenda tão bem. Ela é livre, sem terra, dona dos seus sonhos e de um coração onde cabem todos os animais…


  • Jeremias

    Jeremias é um gato do bairro. Mas bem podia ser um gato do mundo. Ele guarda uma certa nostalgia no olhar… mas no seu coração, só cabem coisas bonitas. Tal e qual como a Sofia!


  • Manjerico e Sardinha

    Manjerico e Sardinha são os simpáticos cães da D. Lurdes. A vida pregou-lhes uma partida e deixou-os entregues à sua sorte. Mas com o grupo dos seus novos amigos eles vão aprender a olhar para a frente com esperança e com a certeza de que há sempre qualquer melhor à nossa espera.


  • Docas e Pescas

    No fundo de todas as ruas há sempre um gato a espreitar. De alma livre e coração valente. Um poço de travessuras. Tantas vezes um pote de mel, simplesmente à espera de uma família. O Docas e a Pescas podem muito bem viver no fundo da tua rua!


  • Amália

    Amália é fado. É poesia. É bairro! Ela tem a sua casa e a sua família, mas os amigos que vivem na rua enchem o seu coração e a sua vida.

A nossa família são também os nossos animais.
E por muito pequena que seja a nossa casa, ela pode sempre chegar para mais um. Tal como o coração tem sempre espaço para mais um amigo! Afinal, uma casa com amigos, e com pêlos, é uma casa muito mais feliz!
O Meu Melhor Amigo